Buscar: Newsletter:

Golpe

Encontro de Gilmar e Temer sábado à noite ganha várias versões

DO BAHIA TODO DIA 01/06/2016 | 08h58

Vida de golpista não é fácil. Além de ser chamado de golpista todos os dias, de já fazer parte da história como um lixo, ainda tem que ficar encontrando desculpa para tudo o que é vacilo que comete. É o caso do encontro, na calada da noite, em pleno sábado (28), entre o usurpador da cadeira presidencial, Michel Temer e o líder do PSDB no Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. 

Em quatro dias, o encontro, que era para ser secreto, ganhou várias versões. E pelo visto, nenhuma delas convenceu sequer os próprios golpistas, tanto que precisam encontrar outra logo depois. Na verdade, o escárnio de o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se encontrar informalmente (inclusive com mangas de camisa, leia aqui) com um ocupante de cargo púlbico cuja eleição vem sendo questionada e será por ele julgada, é a prova de que o nosso Judiciário perdeu completamente a noção de poder. 

A situação do Supremo é tão vexatória que o jornal Folha de São Paulo, um insuspeito cotista do golpe contra  Dilma, pediu aos  magistrados, em especial a Gilmar Mendes, que manerem (leia  aqui). Pega muito mal o juiz se encontrar com o réu na calada da noite. Ainda mais  quando este juiz já está com a fama de jogar em um dos times em campo. 

Está claro que Gilmar Mendes foi ao Palácio Jaburu, repetimos, na calada da noite, tramar com o  golpista contra o Brasil. Se assumissem logo o que já é tão explícito, não precisariam fabricar tantas versões ridículas. 



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2014 | Todos os direitos reservados.