Buscar: Newsletter:

Golpe

Bruno Araújo, ministro-Odebrecht, mira Dilma mas acerta Kassab

DO BAHIA TODO DIA 03/06/2016 | 08h37

Governo golpista é assim, vai e volta, termina fazendo asneiras. É o caso da sucessão de bobagens que o ministro-Odebrecht, Bruno Araujo, tucano pernambucano que é titular do Ministério das Cidades, vem colecionando. Dessa vez, praticando seu esporte favorito, ele tentou mais uma vez acertar Dilma, mas terminou por desferir um golpe em seu colega de ministério, Gilberto Kassab. 

Sempre em seu estilo midiático, Bruno anunciou em entrevista que Dilma tinha passado um cheque sem fundo no Minha Casa Minha Vida. Disse mais, que a gestão do Ministério das Cidades foi temerária e fraudou expectativas de governos estaduais e prefeituras. 

A pressa é sempre inimiga da perfeição. No afã de aparecer na mídia amiga com uma frase de efeito, ele esqueceu que o ministro que o antecedeu no Ministério das Cidades é Gilberto Kassab, que agora é titular da pasta da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). 

Kassab acusou o golpe e através de nota  mandou dizer a Bruno Araujo que não teve irregularidade na gestão dele e que a fase 3 do programa Minha Casa Minha Vida estava em "total sintonia com os limites orçamentários e financeiros vigentes fixados pelo Ministério do Planejamento e do FGTS".

Bruno Araujo é conhecido por tentar chamar a atenção para aparecer na grande imprensa, que sempre abre as portas para suas pantomimas. Ao plenário da Câmara ele levou panelas para bater contra Dilma, chegando ao limite de levantá-las durante discurso na tribuna da Casa, em uma das cenas mais ridículas que o legislativo brasileiro assistiu em sua história (veja imagem que ilustra a matéria). Atualmente, é menos conhecido como ministro e mais por aparecer na lista que a Operação Lava Jato apreendeu na Odebrecht, de contribuições de campanha não contabilizadas. 



Bahiatododia - o site da notícia - © Copyright 2011 a 2014 | Todos os direitos reservados.